Histórico
 26/03/2006 a 01/04/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 26/12/2004 a 01/01/2005
 28/11/2004 a 04/12/2004
 31/10/2004 a 06/11/2004
 26/09/2004 a 02/10/2004
 29/08/2004 a 04/09/2004
 08/08/2004 a 14/08/2004


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Livro se abrindo


SOBRE A RELATIVIDADE DA NOBREZA E DA BELEZA

Luiz Botelho (Janeiro/2005)

Quando eu ainda era uma criança, perguntaram numa prova o nome de dois bairros nobres de Salvador. Por eu ter respondido Mouraria e Tororó, além do zero na questão, fui alvo de gozações tanto na escola como em casa.

Nesta mesma época, quando eu cursava o primeiro 2º ano primário (fui reprovado nesta série por duas vezes), houve um concurso de Miss na escola, onde cada classe escolheu, através de voto secreto, sua candidata para concorrer ao título. Na minha turma todos votaram numa mesma menina – menos eu. Quando a professora citou o nome da minha escolhida, todos na sala caíram na gargalhada. Recordo como se fosse hoje o olhar de reprovação que a professora lançou em minha direção, o que me fez gelar da cabeça aos pés. Certamente ela reconheceu a minha péssima caligrafia no voto lido.

Não me lembro da fisionomia da garota escolhida pela turma, se feia ou bonita, mas sei que era loira. Da minha preferida também não guardo nenhuma lembrança do seu semblante, mas recordo que era negra e votei nela porque era a minha melhor amiga na escola.

Quando minha mãe veio me pegar naquele dia, convocaram-na para uma conversa com a Diretora. Até hoje não compreendo muito bem o motivo de eu ter levado uns puxões de orelha e algumas palmadas quando cheguei em casa. Acho que todos pensaram que eu votei na minha melhor amiga para tirar um sarro dela.

No dia do concurso, a candidata da minha turma, talvez por não ter suportado a grande responsabilidade de nos representar, sentiu-se mal durante o desfile e desmaiou. Lembro perfeitamente que naquele exato momento algo dentro de mim sorriu e falou secretamente: "Viram? A minha candidata era melhor".

Eu devo ser realmente uma pessoa muito estranha. Até hoje considero como nobre as seguintes localidades: Mouraria, onde moravam Tio Tote e Tia Esmé e ainda hoje mora Tia Julia; Tororó, de onde guardo deliciosas lembranças de Vovó Bisa, Vovó Iaiá, Vovó Tina e Vovô Ão; Ladeira da Independência, onde nasci; Campo da Pólvora, onde passei minha infância e adolescência; e Stiep, onde moro há 22 anos e do qual, acho, só sairei para um nobre cemitério. Aliás, pensando bem, é melhor eu deixar que vocês escolham o local da minha última morada.

 



Escrito por Luiz Botelho - Salvador - Ba. às 01h25
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]