Histórico
 26/03/2006 a 01/04/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 26/12/2004 a 01/01/2005
 28/11/2004 a 04/12/2004
 31/10/2004 a 06/11/2004
 26/09/2004 a 02/10/2004
 29/08/2004 a 04/09/2004
 08/08/2004 a 14/08/2004


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Livro se abrindo


CAMPEONATO BAIANO MUSICAL

Luiz Botelho (Fevereiro/2006)

Antigamente, quando eu dispunha de mais tempo para o lazer, passava horas ouvindo músicas nas estações de rádio AM, aqui em Salvador. Minhas estações preferidas eram a Rádio Cruzeiro e a Rádio Bahia, ambas já extintas, que dedicavam um tempo maior do que as outras na execução de canções.

Gostava também de escutar os jogos do Bahia no meu radinho de pilha, companheiro inseparável nas minhas idas à Fonte Nova.

A minha paixão pela música, futebol e rádio era tanta que por muitos anos organizei torneios entre as emissoras de rádio de Salvador. Eram umas sete ou oito estações que jogavam entre si, em turno e returno. A campeã do 1º turno disputava uma melhor-de-três com a campeã do 2º turno e se a mesma emissora vencesse os dois turnos era declarada, automaticamente, Campeã Baiana Musical. Os jogos se desenrolavam da seguinte maneira: durante 45 minutos eu ia mudando o dial do rádio até sintonizar uma das emissoras concorrentes e caso estivesse tocando uma música que fosse do meu agrado era consignado um gol para essa estação. Porém, para que o gol fosse validado era necessário que a música tocasse por pelo menos um minuto, senão era anulado. Se a música executada fosse da autoria de Chico Buarque era considerado um golaço e nunca era anulado, mesmo que apresentasse apenas seus últimos acordes. Após um intervalo de 15 minutos, começava o 2º tempo, também com 45 minutos de duração, e ao seu final tínhamos os resultados definitivos dos jogos da rodada.

O grande clássico daqueles torneios era o jogo Rádio Cruzeiro x Rádio Bahia, pelas razões ditas acima, e o título sempre ficava com uma das duas, embora, de vez em quando, elas perdessem uma partida para uma outra emissora, fato considerado como uma grande zebra.

Atualmente não tenho idéia de quantas emissoras de rádio existem em Salvador, entre AM e FM. Certamente são muitas. Para organizar hoje um torneio entre elas seria necessário dividi-las em grupos, adotar o sistema de mata-mata, criar divisões com acesso e descenso e outras artimanhas do gênero. Ainda bem que não disponho mais de muito tempo livre para o lazer.



Escrito por Luiz Botelho - Salvador - Ba. às 02h17
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]